Calçados com desconto organizados na prateleira para queima de estoque.
Gestão de Negócios

8 dicas de como vender produtos parados em estoque

Traçar estratégias e entender como vender produtos parados no estoque é fundamental para que sua loja permaneça se renovando sem que calçados antigos sejam descartados ou esquecidos.

É comum, em todo comércio, que alguns itens não tenham a vazão esperada. Quando isso acontece, é fundamental analisar novamente seu público-alvo e o comportamento do consumidor para entender o porquê dos produtos parados no estoque. Dessa forma, cuida para que não aconteça novamente.

Além disso, existem algumas ações que podem ser feitas para que esses calçados sejam vendidos e você consiga renovar a loja para a próxima estação. Separamos 8 dicas para vender produtos parados e realizar um controle de estoque eficaz. Boa leitura!

Clique para acessar o kit de planilhas de gestão da Daniel Atacado.

1. Tenha um relatório de estoque

Seja por meio de planilhas ou por meio de softwares especializados, é fundamental que sua loja de calçados tenha um relatório para que a gestão de estoque seja feita com excelência.

Assim, você consegue conferir qual produto não está tendo a saída idealizada antes do fim da estação e realizar ações para que o calçado seja vendido enquanto é uma tendência.

O relatório também permite gerenciar o estoque com a certeza de que nenhum produto ficará para trás. Com todos os itens catalogados e arquivados no mesmo documento, nenhum produto será esquecido a ponto de, meses depois, você perceber que ele não teve saída — o que tornará a venda muito mais difícil.

Outro ponto positivo da planilha de acompanhamento do estoque é ter as informações gerais de determinado modelo de calçado sempre à mão. No caso de algumas ações para dar vazão — como promoções —, será importante analisar, de forma rápida, o valor de compra do calçado para dar um desconto que não cause prejuízos.

Mantenha uma análise próxima do relatório — quinzenal, pelo menos — para antecipar ações e garantir que os calçados não ficarão tempo demais parados no estoque.

2. Reúna os calçados que estão parados

Com a análise do relatório de estoque, reúna todos os calçados que estão parados (seja em um documento ou de forma física, em uma parte do almoxarifado, por exemplo).

Calçados parados no estoque reunidos de maneira próxima.
Reunir os calçados que estão parados ajuda a analisar visualmente os produtos e entender o motivo pelo qual eles não foram vendidos.

Ter todos os produtos que estão sem vazão à vista permite ter ideias que impactarão em outras ações comentadas aqui, como a criação de vendas casadas. Além disso, é uma forma de dar atenção particular para os modelos e medir se, depois de aplicar estratégias, eles começaram a ter saída ou não.

3. Analise porque a mercadoria não teve saída

Compreender as razões pelas quais determinado produto não vendeu como o esperado é fundamental, afinal, não é sustentável para o seu negócio realizar ações para vender calçados parados no estoque com frequência.

As razões para determinada mercadoria não ter uma saída interessante podem ser: 

  • Não agradou o público-alvo da loja como esperado
  • Preço elevado
  • Exposição do produto no estabelecimento de maneira inadequada
  • O calçado não era coerente com a estação
  • Baixa geral nas vendas da loja

No entanto, é válido destacar que cada caso é muito particular. Portanto, manter a proximidade com o estoque e observar os produtos é fundamental para entender as razões pelas quais eles ficaram parados.

Clique na imagem para baixar o e-book com o Kit de Planejamento Anual.

Para além da análise, é preciso anotar todas as possíveis explicações. Dessa forma, você garante que não irá correr o risco de que, no futuro, a falta de vazão volte a acontecer.

4. Coloque os calçados parados em posições estratégicas

Com os calçados que precisam ter saída definidos e separados, é hora de colocá-los em posições estratégicas. Toda loja possui regiões com mais movimento (chamadas zonas quentes), que geralmente atraem a atenção do cliente. Portanto, posicione os modelos nessas áreas.

Além disso, vale a pena separar prateleiras e pontos luminosos para os calçados que estão parados no estoque. O centro da loja é um espaço que tende a chamar atenção e ser bem iluminado. Uma possibilidade é inserir uma mesa nessa região e colocar os produtos em cima, de forma organizada.

Calçados parados no estoque reunidos em mesa oval para sinalizar promoção.
Posicione os modelos que precisam ser vendidos próximos um dos outros para que, em casos de promoção, o cliente consiga visualizar todos.

Apenas certifique-se de não lotar a mesa de pares. Coloque alguns modelos e deixe um bom espaço entre eles. A possibilidade do cliente reparar e se direcionar para uma superfície organizada é bem maior.

5. Faça uma promoção específica

Você certamente já passou por alguma loja e se deparou com uma promoção de queima de estoque. Essa é uma estratégia comum e que pode trazer ótimos resultados na hora de vender produtos parados.

Como toda ação de vendas, ela requer planejamento. Por isso, o levantamento de calçados que irão receber desconto é primordial. Verifique, ainda, quanto cada um custou, para evitar prejuízos ao colocar o novo valor no produto.

Para o sucesso da campanha, divulgue-a nas redes sociais da sua loja e crie cartazes chamativos. Além disso, é possível pintar ou adesivar as vitrines, destacando que alguns calçados estão com descontos imperdíveis.

Colocar os modelos em promoção juntos é outro passo importante. Assim, o cliente consegue localizá-los com facilidade e pode, ainda, levar mais de um par ao se deparar com produtos que tenham preços interessantes.

Clique e baixe o ebook com 7 ideias de ações de vendas para lojistas.

Destaque a porcentagem de desconto ou qual era o valor do produto antes da promoção na etiqueta. Dessa forma, o consumidor pode comparar preços e verificar como a queima de estoque possui benefícios.

6. Crie combos entre produtos

As vendas casadas também são uma ótima forma de movimentar o estoque e dar vazão aos produtos parados. Trata-se de uma estratégia em que um desconto é adicionado em cima de determinado produto quando adquirido junto de outro.

Por exemplo: existe um modelo de chinelo que não vendeu no último verão. É possível criar uma promoção na qual, quando comprado com uma sandália que possui uma boa saída, o chinelo tem 50% de desconto.

É válido destacar, novamente, que a dedução de valor deve ser bem estudada, para que você não tenha prejuízos.

Modelos de calçados colocados lado a lado na prateleira para promover vendas casadas.
Posicione os modelos que precisam ser vendidos próximos um dos outros para que, em casos de promoção, o cliente consiga visualizar todos.

Ao adotar a estratégia de combos entre produtos, avise todo o time de vendas para que eles anunciem a promoção ao cliente. Assim, a chance das vendas casadas serem um sucesso são maiores.

7. Ofereça brindes junto à compra do calçado

Essa é outra estratégia para chamar a atenção do consumidor e aumentar a saída de produtos parados no estoque. Ofereça brindes para compras de determinados modelos, como palmilhas extras, um cinto ou até um chaveiro.

Dessa forma, você oferece um ganho para o cliente e ele leva para casa um benefício além do produto comprado. Apenas certifique-se de oferecer vantagens reais, pois, provavelmente, o consumidor não comprará o produto para ganhar um doce, por exemplo.

8. Faça parceria com fornecedores

Essa ação evita que os produtos fiquem parados em estoque e firma parcerias com fornecedores para que, depois da estação, os modelos de calçados não vendidos sejam devolvidos.

Pessoas de negócios apertando as mãos.
Estabeleça parcerias com fornecedores e evite que calçados não vendidos fiquem parados no estoque.

Para fornecedores resistentes à devolução, é possível estabelecer negociações de recompra ou de troca. Assim, você devolve itens que estão sem vazão e recebe outros no lugar.

A dica é conhecer bem seus parceiros e estreitar laços. Mantenha contato direto com fornecedores para compreender como eles podem ajudar sua loja a continuar crescendo. 

Como vender o estoque parado em casos de lojas virtuais?

Para lojistas do mundo virtual ou aqueles que começaram estratégias de vendas em marketplaces e nas redes sociais, existem dicas específicas que podem ser aplicadas ao negócio.

Ainda assim, a maioria das listadas acima são válidas. Entre elas, as mais importantes e que precisam fazer parte da gestão de estoque de sua loja virtual são:

  • Manter um relatório de estoque atualizado e analisá-lo frequentemente
  • Fazer promoções específicas de queima de estoque
  • Oferecer brindes junto às compras (para e-commerces, uma possibilidade é dar cupons de desconto para próxima aquisição)

Além disso, existem outras ações que podem melhorar as vendas e aumentar a vazão de produtos pela internet. Avaliar a descrição dos calçados, por exemplo, é uma boa. Às vezes, você não explicou todos os pontos positivos do modelo e os clientes podem não estar conseguindo visualizar a vantagem dele.

Realizar anúncios nas redes sociais (como Facebook e Instagram) é uma forma de tornar sua promoção de queima de estoque mais conhecida, visto que as campanhas virtuais são entregues a mais usuários que postagens orgânicas (ou seja, publicações não impulsionadas).

Caso as vendas tenham diminuído no geral, uma ideia é analisar o processo de compra da loja virtual, a fim de encontrar possíveis melhorias ou páginas que estejam dando problema. 

Tanto lojas físicas quanto online podem chegar ao momento no qual determinado produto fica parado no estoque por muito tempo. Nessas horas, lembrar dessas dicas e pensar estrategicamente é de suma importância.

Na hora de realizar a gestão, existem planilhas e outros materiais que podem auxiliar a rotina do lojista. Por isso, a Daniel Atacado criou uma página com materiais gratuitos feitos especialmente para comerciantes de calçados. Clique na imagem abaixo e acesse!

Banner para a página de materiais gratuitos do blog da Daniel Atacado.

2 Comentário

    1. Olá, Caio! Nesse caso, é válido pensar em brindes, por exemplo, que façam mais sentido para o público. No entanto, mesmo os calçados infantis são comprados pelos pais, por isso as ações podem ser implementadas da mesma maneira. Qualquer outra dúvida, estamos à disposição. Abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *