melhor forma de pagamento
Dicas ao Lojista

Qual a melhor forma de pagamento para lojas de calçados?

Oferecer diferentes formas de pagamento é investir na experiência de compra dos consumidores, aumentando as chances de venda e fidelização. Porém, para que isso não prejudique sua empresa, é preciso conhecer as vantagens e desvantagens de cada meio antes de adotá-los.

Quando o assunto é a melhor forma de pagamento para lojas de calçados, não existe resposta certa. Entre diferentes opções, algumas formas serão mais benéficas e eficientes de acordo com seu tipo de público e objetivos de vendas.

Pensando nisso, reunimos diferentes tipos de pagamento e dicas para implementá-los no seu estabelecimento. Confira!

Dinheiro

O pagamento em dinheiro é vantajoso, principalmente para o consumidor, que muitas vezes ganha descontos ao optar por essa forma. Ainda assim, a prática é indevida, já que todos os preços à vista devem apresentar o mesmo valor. Na maioria dos casos, as vendas à vista são pontuais, diminuindo as oportunidades de fidelização por meio da recorrência do pagamento parcelado.

melhor forma de pagamento
Clientes que utilizam dinheiro em espécie para pagamentos costumam gastar menos do que os consumidores que utilizam cartões de crédito ou débito. Foto: Rawpixel

As principais desvantagens são para os lojistas, que possuem o dever legal de aceitar qualquer tipo de pagamento em dinheiro, se atentando a notas falsas. Além disso, sempre possuir dinheiro vivo no caixa aumenta o risco de assaltos.

Boleto bancário

O pagamento por boleto bancário é uma forma prática e favorável, principalmente para consumidores que não possuem cartão de crédito ou débito. A cobrança é paga à vista em qualquer agência bancária até a data de vencimento estipulada pela empresa.

As vantagens para os clientes se dão pela preferência e segurança de realizar a transação fisicamente e, também, pelos descontos oferecidos para quem opta por essa forma de pagamento. Geralmente, são cedidos até 10% de desconto.

Já para os lojistas, o benefício é que o repasse de lucro para a empresa leva menos tempo do que as operadoras de cartão de crédito, assim como o menor custo de operação, quando comparado a esta. A única desvantagem, entretanto, é a demora na constatação do pagamento.

Cartão de crédito

O cartão de crédito pode não ser a melhor forma de pagamento, mas é a mais utilizada no varejo. O método oferece benefícios para ambas as partes: o consumidor, que não possui dinheiro vivo ou deseja concluir uma compra de valor elevado, e para o lojista, com a praticidade nas transações e a garantia de receber o valor integral.

melhor forma de pagamento
A maior vantagem do cartão de crédito é o aumento do poder de compra através do parcelamento que é, na maioria das vezes, sem juros. Foto: Rawpixel

Por outro lado, a demora no recebimento das transações pode ser uma desvantagem para a empresa, já que a maioria das operadoras repassa o dinheiro somente após 30 dias da compra. Além do mais, é preciso levar em conta os gastos mensais com o aluguel da máquina de cartão, que cobra de 3% a 5% a cada transação concluída.

Para adicionar essa forma de pagamento no varejo, é necessário possuir uma boa infraestrutura, com equipamentos fixos ou móveis (Ponto de Venda ou Transferência Eletrônica de Fundos) integrados a emissores de cupom fiscal.

Cartão de débito

O pagamento com cartão de débito é uma das formas que mais cresce no Brasil, segundo a pesquisa do Banco Central. Por combinar as facilidades do cartão de crédito e as vantagens comerciais do dinheiro, o método é uma ótima escolha para quem deseja obter grandes descontos.

Essa forma de pagamento eletrônico deduz o valor da compra diretamente da conta, seja ela poupança, bancária ou online e, portanto, facilita o controle de gastos do consumidor. Além do mais, o pagamento por cartão de débito é uma opção cômoda e segura para o cliente, que não precisa sair de casa com dinheiro vivo.

Para os lojistas, os principais benefícios são a segurança de receber o valor automaticamente na conta e as taxas relativamente baixas se comparado aos cartões de crédito.

Crediário

Tradicional no varejo brasileiro, o crediário é uma das melhores formas de pagamento para as lojas de calçados. Baseada na concessão de crédito ao consumidor, ela permite que as compras sejam parceladas e pagas mensalmente por meio da aprovação do crédito.

Uma das grandes vantagens do método para o lojista é ter acesso a um amplo histórico de compra do cliente, com a possibilidade de analisar hábitos de consumo e direcionar lançamentos e promoções com mais eficiência.

melhor forma de pagamento
Muitas lojas oferecem a possibilidade de parcelamento em até 48 vezes no crediário, enquanto cartões de crédito permitem o pagamento no máximo em até 12 vezes. Foto: Rawpixel

Com as visitas frequentes dos consumidores às lojas, o ticket médio, as oportunidades de vendas e a fidelização também aumentam. Porém, fique atento à inadimplência dos consumidores sem organização financeira e que acumulam prestações, para não afetar a lucratividade do seu negócio.

Cheque

Uma forma de pagamento que está caindo em desuso é o cheque. Ainda que o método seja vantajoso para o consumidor, que pode parcelar a compra por meio de cheques pré-datados, muitas lojas de calçados já não aceitam mais essa forma de pagamento.

Quando não há alternativas, a dica é tomar as precauções necessárias e consultar empresas especializadas para verificar a confiabilidade do método.

Tendências de pagamento

Com as oportunidades estabelecidas pelo mundo digital, alguns métodos de pagamento se tornaram tendência no varejo. Veja quais são eles:

  • Crediário web

O método de pagamento pelo crediário é antigo e pode remeter às antigas fichas e listas de clientes. Porém, com as facilidades oferecidas pela internet, as ferramentas de crediário web podem ajudar – e muito – as transações na loja de calçados.

Os softwares de gestão de crediário web auxiliam no cadastramento dos clientes, realização de cobranças, envio de lembretes de data de vencimento e até mesmo no agradecimento pelo pagamento.

  • Wearables

Realizar pagamentos por dispositivos tecnológicos usados como peças de vestuário já se faz presente em nossa realidade. Relógios, pulseiras e adesivos inteligentes, por exemplo, já permitem operar sem dinheiro, facilitando as transações.

Ainda não disseminada no país, a chamada de tecnologia vestível não irá substituir as atuais formas de pagamento, e sim adicionar mais uma opção para o usuário. Os lojistas e gestores devem conhecer e saber como funcionam essas tecnologias, a fim de entender como elas irão afetar seu negócio em um futuro próximo.

  • Pagamento mobile

Com a tecnologia de radiofrequência “Near Field Communication”, que permite a troca segura de informações entre dois aparelhos, é possível a realização de pagamento via smartphone.

Fácil e eficiente, o método é simples: basta aproximar o aparelho da máquina e confirmar a compra por meio do aplicativo do banco.

Gostou das dicas? Lembre-se que não existe uma forma de pagamento ideal, os métodos irão depender do seu consumidor atual, público que deseja atingir e estratégias de vendas.

Para se inspirar, que tal conferir o e-book com 7 ideias para ações de vendas em lojas de calçados? Clique no banner e baixe gratuitamente!

melhor forma de pagamento

3 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *