Mulher inserindo palmilha para calçados em um tênis de corrida.
Dicas ao Lojista

Palmilha para calçado: materiais e melhores modelos para loja

Quem é do segmento sabe que as palmilhas para calçados são uma parte muito importante do produto. Além de conforto, elas auxiliam o caminhar, previnem dores e estruturam a postura.

Existem, ainda, aquelas especiais – como os tipos de palmilhas ortopédicas – que o consumidor precisa usar para corrigir problemas. Logo, oferecê-las para os clientes pode ser um diferencial na hora de realizar uma venda.

Neste texto, vamos apresentar materiais, modelos, por que vender e como oferecer palmilhas de calçados aos clientes. É só continuar a leitura para descobrir como um produto simples faz a diferença na sua loja!

Clique na imagem para baixar o e-book com o Kit de Planejamento Anual.

Principais materiais utilizados na produção de palmilhas

É comum que, de acordo com os tipos de palmilha, os materiais utilizados para produzi-la mudem. As ortopédicas, por exemplo, são prescritas por médicos e, geralmente, feitas sob medida para corrigir problemas e dores na coluna.

Ainda assim, existem alguns materiais que são comuns quando falamos no assunto. Geralmente, a palmilha possui uma base, feita a partir de um elemento mais duro e resistente, como a fibra de carbono ou o termoplástico.

Depois, elas podem ser revestidas com um material mais fofo, como espuma ou silicone, para que o pisar fique confortável. Por fim, é colocado o forro, que varia de acordo com cada um dos tipos de palmilhas para os pés.

A tradicional geralmente é forrada com tecido comum; as esportivas com material que aumenta a aderência e impede que ela fique escorregadia; e existem, ainda, as especiais, como aquelas para diabéticos, em que o forro é antibacteriano, respirável e absorvente.

Homem produzindo uma palmilha para calçados em maquinário especial.
O material da planilha influencia diretamente nos seus benefícios e no conforto.

Borracha, plástico e EVA também são bastante utilizados para produzir palmilhas. Geralmente, o fabricante a produz pensando, de antemão, no conforto e no melhor uso de acordo com o modelo do calçado. 

No entanto, é comum que ela não agrade a todos e é nesse momento que você, como lojista, pode apresentar o produto com um preço válido como um diferencial para compra.

Principais modelos de palmilhas do mercado

Atualmente, existem diversos tipos de palmilhas para serem vendidas na loja de calçados. O importante é conhecer cada um deles e garantir que o comércio terá, pelo menos, os que são mais procurados pelos consumidores.

Palmilhas comuns

São aquelas desenvolvidas com materiais mais básicos e cuja principal função é tornar o pisar mais macio, sem grandes preocupações com questões de saúde profundas. 

As palmilhas de EVA e de borracha são exemplos deste modelo. Há exceções à regra, mas, geralmente, elas são mais simples e não possuem uma preocupação grandiosa com a saúde.

Palmilhas para conforto

Estes modelos unem saúde e conforto e são desenvolvidos com materiais e tecnologias para se adequarem aos pés e promoverem um uso contínuo sem dores e outros incômodos.

Pessoa encaixando uma palmilha para conforto junto ao pé.
As palmilhas de silicone tendem a ser bastante macias e confortáveis.

As palmilhas de silicone são um bom exemplo desta categoria, visto que ele diminui o impacto ao caminhar e pode evitar lesões. Este tipo é bastante procurado por consumidores e é indicado para quem passa longos períodos em pé.

Palmilhas terapêuticas

As palmilhas terapêuticas são feitas com materiais bastante específicos, como o PVC e até o silicone, e a principal função delas é o relaxamento muscular e o favorecimento do equilíbrio postural.

Palmilhas com pequenas bolinhas são um exemplo do modelo terapêutico mais comum, confortando o pé, estimulando a circulação do sangue e ativando o metabolismo. No entanto, existem algumas que são mais avançadas, com uma espécie de dentes embaixo, indicadas para prevenir o cansaço e evitar cãibras.

É completamente possível oferecer palmilhas terapêuticas mais simples na loja. Por outro lado, aquelas que requerem mais tecnologia devem ser prescritas por um médico, pois variam de acordo com cada pé.

Diferentes palmilhas terapêuticas lado a lado.
As palmilhas terapêuticas tendem a ter texturas que tornam o andar mais confortável e prazeroso.

Nesses casos, uma dica é criar parceria com produtores locais. Quando o cliente precisar de um modelo sob medida, você indica o profissional e, caso ele venda o produto, podem acordar em receber uma parte da comissão.

Palmilhas ortopédicas

Não há casos de divergência sobre as palmilhas ortopédicas: elas precisam ser prescritas por um médico especialista, já que o modelo pode sofrer alterações de acordo com cada necessidade.

Os principais objetivos das palmilhas ortopédicas são diminuir dores, corrigir postura, evitar problemas na coluna e prevenir lesões. O motivo para utilizá-las será diagnosticado por um especialista previamente.

Clique e baixe o ebook com 7 ideias de ações de vendas para lojistas.

Os modelos mais clássicos podem ser adquiridos de produtores e revendidos na loja de calçados. No entanto, não venda sem a prescrição, pois o uso incorreto pode causar problemas graves ao corpo do cliente, como deformação da coluna.

Os materiais para a produção variam muito, visto que elas são desenvolvidas com tecnologia de ponta para proporcionar melhorias à saúde e ao bem-estar físico. 

Outros tipos de palmilha

Além dos modelos citados acima, que são mais comuns, existem palmilhas especiais e outras produzidas de acordo com o formato do calçado. 

Para pessoas com uma perna maior que a outra, é possível revender aquelas com uma espécie de salto interno, para corrigir o pisar. Dá para encontrar, também, as de ponta, indicadas para quem usa saltos altos durante o dia todo.

Tênis sobre palmilhas de elevação com enchimento.
Os modelos mais altos auxiliam a equilibrar o corpo para pessoas que possuem uma perna maior que a outra, por exemplo.

Conhecer os tipos de palmilha existentes, o uso adequado e do que é feita cada uma delas é fundamental na hora de oferecê-las aos compradores. Portanto, no começo, leia a ficha técnica dos produtos e busque entendê-los.

Por que oferecer palmilhas avulsas aos clientes?

Conhecendo melhor as palmilhas e suas especificações, pode surgir a dúvida sobre o motivo de revendê-las na loja de calçados. Separamos, portanto, algumas razões do porquê tê-las em sua loja.

Atendimento dos desejos do cliente

Quando o cliente entra na sua loja, espera encontrar o que procura. E, por vender calçados, ele também pode esperar descobrir “onde vende palmilha” ao entrar no estabelecimento.

Logo, com o produto em estoque, você o encanta, aumenta as vendas – já que atenderá ao anseio do consumidor – e pode até fidelizá-lo. Um exemplo claro desta estratégia são as farmácias que, há algum tempo, oferecem hidratantes, cremes e até doces.

Vendedor mostrando um modelo de calçado para cliente.
Contar com uma variedade de produtos que faça sentido dentro do seu segmento ajuda o cliente a encontrar tudo o que precisa na sua loja.

Com tempo e organização, é possível expandir mais os acessórios presentes para a venda, como bolsas, cintos e outros produtos relacionados ao segmento calçadista.

Destaque em relação à concorrência

Ao oferecer um produto com certo diferencial, como palmilha para calçado grande, pequeno e modelos ortopédicos, você coloca sua loja em um patamar acima daqueles que não possuem estoque.

Logo, é possível que você atraia novos consumidores por apresentar itens que sanem as necessidades deles.

Possibilidade de aumentar o ticket médio

Com as palmilhas no estoque, é possível criar combinações de produtos e aumentar o ticket médio de cada venda. Clientes que procuram por saltos, por exemplo, podem se interessar por palmilhas de ponta, visto que trarão mais conforto no caminhar.

Como auxiliar na escolha da melhor palmilha?

Quando o consumidor estiver em dúvida sobre qual a melhor palmilha, o ponto de partida é entender a necessidade.

Clique para baixar o ebook com datas comemorativas para lojas de calçados.

Caso ele reclame de dores nas costas ou no corpo e, por isso, esteja em busca do produto, o ideal é que você instrua o cliente a procurar um médico e retornar com a prescrição da melhor palmilha ortopédica para o caso.

Agora, se o consumidor apenas procurar uma palmilha para melhorar o conforto de determinado calçado, você pode apresentar a ele opções. As palmilhas de silicone e as terapêuticas são conhecidas por seu conforto e durabilidade. Já as de EVA são menos aconchegantes, porém tendem a ser mais baratas.

Pensar em novas formas de encantar e de agradar o cliente é o que torna sua loja um destaque no comércio. As palmilhas para calçado são apenas uma das possibilidades na hora de inovar. Para mais dicas e ideias, preencha o formulário abaixo e receba e-mails semanais diretamente da Daniel Atacado!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *