Detalhe de um modelo calçando sandálias em material sintético.
Gestão de Negócios

Como fazer um planejamento para abertura de uma empresa de calçados sustentáveis

O conceito de sustentabilidade chegou com tudo no mundo dos negócios. O planejamento para abertura de uma empresa de calçados sustentáveis passou de simples diferencial a necessidade para se manter competitivo.

Consumidores estão cada vez mais conscientes dos impactos que as atividades econômicas causam no mundo, e quase 90% preferem optar por empresas que tragam consigo a marca da sustentabilidade – pagando um pouco mais, em alguns casos.

Diante do cenário de importância de uma gestão sustentável, reunimos alguns direcionamentos para ficar de olho na hora de montar um negócio calçadista com foco em sustentabilidade. Confira!

Requisitos para uma gestão sustentável

A sustentabilidade está firmada sob três pilares principais: economia, sociedade e meio ambiente. No dia a dia de uma empresa, esse conceito anda junto com todas as atividades.

No campo econômico, o negócio precisa apresentar viabilidade financeira, com um caixa saudável e as contas em dia. Isso é essencial para trazer estabilidade e segurança aos funcionários.

Um outro lado da sustentabilidade se refere à sociedade. A empresa sustentável economicamente movimenta a comunidade local, atendendo suas demandas por produtos e serviços.

Mais ainda, por meio de ações de promoção social, como trabalhos voluntários, campanhas de arrecadação de alimentos, jantares beneficentes e bazares.

É importante ressaltar que cada empresa tem a sua própria realidade e consegue contribuir socialmente à sua maneira. No entanto, a sustentabilidade social tem mais a ver com a atitude de contribuição e a busca por alternativas melhores de colaboração.

Por fim, mas não menos importante, encontra-se o cuidado com o meio ambiente. Em geral, quando se pensa em sustentabilidade, esse é o pilar mais conhecido, fazendo parte do discurso das organizações há um bom tempo.

Fachada de um prédio com plantas em abundância.
A conciliação entre desenvolvimento e meio ambiente é um dos grandes desafios da sustentabilidade.

Ecossistemas são os conjuntos de seres vivos que habitam uma determinada área, em equilíbrio com a natureza. Uma gestão sustentável implica trabalhar para que essa harmonia não seja prejudicada.

Portanto, os processos de uma empresa precisam ser planejados pensando nos possíveis impactos ao meio ambiente. E, nos casos em que não houver como evitar danos, ações de reparo e compensação devem ser aplicadas.

Banner para o e-book sobre Datas Importantes para o Varejo Calçadista.

Origem da matéria-prima

Ao montar o planejamento para abertura de uma empresa de calçados sustentáveis, um dos elementos principais é a origem da matéria-prima. Para o segmento de calçados, estão disponíveis no mercado os mais diversos tipos de materiais, como os solados em EVA, os termoplásticos, borrachas e couros sintéticos. A produção desses componentes merece atenção, quando se busca uma gestão sustentável.

O ponto de partida é a escolha de um bom fornecedor. Para empresas que optarem por fabricar seus próprios calçados, utilizar materiais certificados é uma alternativa para garantir a procedência dos insumos de produção.

Em outros casos, quando se trata de uma revenda de produtos, a busca por fornecedores e distribuidores de confiança é ainda mais importante, uma vez que não se tem o controle sobre a manufatura dos calçados.

Banner para a loja virtual da Daniel Atacado.

Operações internas da empresa

Da produção de um calçado até a chegada do produto ao consumidor, existem diversos processos internos que precisam de atenção, tanto para uma fabricante quanto para um revendedor.

O modo como o negócio trata os processos de fabricação, ou mesmo a logística dos produtos, precisa ser levado em consideração ao planejar uma empresa de calçados sustentáveis.

Para além dos produtos em si, trabalhar no segmento calçadista de modo sustentável também envolve algumas atividades da rotina da empresa, desde operações simples, como a quantidade de papel utilizado, até as condições de trabalho das pessoas.

Equipe de trabalho bem humorada.
Um ambiente de trabalho sustentável também significa preocupação com o bem-estar dos funcionários.

Ao montar o planejamento, preste atenção em cada uma das principais atividades que serão desempenhadas no dia a dia. Uma dica é criar um plano operacional sustentável.

Esse documento vai conter descrições detalhadas dos processos internos da empresa, indicando os materiais, o tempo e os recursos humanos necessários para desempenhar cada tarefa.

Ao fazer isso, você terá uma visão mais completa sobre as atividades, encontrando os pontos de melhoria em direção à gestão sustentável. Como exemplo, vamos analisar o procedimento padrão de uma compra em uma loja de calçados:

As etapas principais dessa atividade são:

1. Escolha dos produtos pelo cliente

2. Verificação da disponibilidade no estoque

3. Fechamento do pedido e pagamento

4. Registro do pedido e cálculo do valor + impostos

5. Geração da nota fiscal e do recibo

6. Embalagem e entrega do produto

7. Baixa no estoque

A tarefa descrita poderia ser realizada de diversas maneiras. Alguns anos atrás, sem os meios digitais, ela exigiria uma determinada quantidade de papel, além de verificações manuais de estoque, geralmente feitas pelos próprios vendedores.

Porém, a tecnologia atual permite repensar esse processo, sob a ótica da sustentabilidade. Portanto, nesse caso, aplicar um software PDV pode automatizar (ou mesmo eliminar) algumas dessas etapas.

Como consequência, diminuímos a necessidade de fazer checagens manuais de estoque e também o consumo de papel. Esse raciocínio pode ser expandido para todos os outros procedimentos da empresa.

Banner para a página de download do kit de planilhas de gestão da Daniel Atacado.

Posicionamento de marca

O modo como o negócio se apresenta para seus clientes deve ser feito de forma a deixar claro o posicionamento da marca com relação à sustentabilidade. Isso inclui a comunicação por meio de redes sociais, e-mail e também o ambiente da loja.

Portanto, na hora do planejamento para abertura de uma empresa de calçados sustentáveis, é preciso pensar em toda a estratégia de abordagem aos clientes, para que seja coerente com o negócio realiza de fato.

Atualmente, as redes sociais permitem que ações em prol da sustentabilidade sejam divulgadas de forma mais rápida e democrática, em plataformas como Instagram, Facebook e Twitter.

O e-mail também é uma ótima alternativa de comunicação, uma vez que atinge um público mais próximo do negócio e permite o envio de mensagens personalizadas para grupos diferentes (segmentação).

O posicionamento da marca também pode ser trabalhado no próprio ambiente da empresa, por exemplo, com a disposição de cartazes nas paredes, com os valores de sustentabilidade praticados pelo negócio.

Outra estratégia é incluir no espaço itens que possam ser reutilizáveis, como quadros de giz e copos de vidro, ao invés dos tradicionais cartazes impressos e copos descartáveis.

Banner para o e-book com 7 ideias de ações de venda em lojas de calçados.

O planejamento para abertura de uma empresa de calçados sustentáveis precisa levar em consideração uma série de fatores, que vão além dos produtos que estarão à venda.

Para ter sucesso, o plano de negócio precisa de pesquisa e aprofundamento nas questões de sustentabilidade, buscando inspiração nas boas práticas de outros empreendimentos.

Convidamos você a interagir na seção de comentários, indicando quais atitudes sustentáveis são as mais adequadas na sua opinião. Para acompanhar mais conteúdos sobre gestão de negócios e dicas para lojistas, preencha o formulário e assine a newsletter do blog!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *