Vitrine de calçados.
Dicas ao Lojista

15 dicas para decoração de vitrine de lojas de calçados

A vitrine da loja de calçados é a grande responsável pela primeira impressão que seu possível cliente terá. É importante que ela chame a atenção, comunique-se com seu público-alvo e convide o consumidor a entrar no comércio.

Cada detalhe pode fazer a diferença na atração dos clientes. E, assim como as tendências de moda, os produtos em exposição não podem ficar estáticos. Pelo contrário: eles devem sempre mudar para que se mantenham alinhados às estratégias de cada época do ano.

Para que a organização dos calçados para o público seja bem feita, vise captar clientes e aumentar as vendas, separamos 15 dicas para montar uma vitrine para loja de calçados. Continue a leitura e confira!

Banner para a loja virtual da Daniel Atacado.

1. Antes de começar, conheça seu público-alvo

Esta é uma etapa fundamental para qualquer negócio, ainda mais quando se está montando uma vitrine. Só é possível criar um display de produtos eficiente quando se conhece para quem aquilo será apresentado.

Portanto, é importante dedicar um tempo para determinar, com o maior número de detalhes possível, a personalidade das pessoas que sua loja pretende atrair. Se não há apenas um tipo de consumidor, não tem problema, visto que as vitrines não são fixas. Dessa forma, é possível planejar várias campanhas a serem utilizadas com o tempo.

2. Reúna referências

Além de um trabalho de análise de público, de tendências e de mercado, montar uma vitrine também é um trabalho criativo e, por isso, envolve uma listagem e reunião de ideias.

Como a criatividade precisa ser desenvolvida constantemente, uma forma de iniciar a organização é buscar por inspirações e referências em sites como o Pinterest e o próprio Google.

clique-e-acesse-a-pasta-de-inspiracoes-de-decoracao-no-pinterest-da-daniel-atacadoElenque ideias que te agradem visualmente e que, principalmente, irão agradar seu consumidor. Depois, é possível misturá-las com as suas e criar uma vitrine de calçados linda e estrategicamente pensada.

3. Crie temas para a vitrine

Pensar em temas que guiarão a criação da vitrine da loja pode te ajudar a reunir referências com mais facilidade e a surpreender o público com novidades e boas construções.

Deixe a criatividade correr relacionando o display com datas comemorativas, com ideias de tendências – por exemplo, uma vitrine monocromática ou apenas com calçados pretos e brancos – e outras inspirações que vierem à sua mente.

Assim como as referências, é importante que os temas da vitrine façam sentido para seu público-alvo e sejam capazes de captar a atenção dele.

4. Construa um calendário

Com as ideias em mente, é importante reuni-las em um calendário – de preferência anual ou semestral – em que cada mês terá seu tema definido de antemão.

Uma loja que não se preocupa com o calendário (que não faz uma vitrine de Natal, por exemplo) pode, facilmente, ser ignorada pelos passantes.

Vitrine de loja com decoração de Natal.
Uma decoração alinhada com uma época festiva pode chamar ainda mais a atenção do público.

Quando você relaciona sua vitrine com datas comemorativas relevantes ao seu público-alvo está mais preparado para aproveitar as oportunidades que essas épocas trazem. Programações específicas para Black Friday, Dia dos Pais ou Dia dos Namorados são exemplos de momentos pontuais que podem ser utilizados a seu favor.

Clique para baixar o ebook com datas comemorativas para lojas de calçados.

Além disso, estruturar um calendário de vitrines para loja de calçados com antecedência te auxilia no planejamento financeiro e de ações de vendas, relacionando a exibição com promoções internas da loja.

Um calendário com as datas mais importantes para o seu comércio de calçados pode ser uma poderosa ferramenta no momento de planejar a decoração da vitrine da loja.

5. Faça um planejamento financeiro

Realizar o planejamento financeiro de quanto será gasto para criar sua vitrine é importante para evitar que a estruturação dela acabe dando prejuízos.

Defina um valor mínimo, um máximo e um ideal para que seja investido no display de produtos do seu ponto de venda, que varie de acordo com o mês e também com o que você espera faturar na loja.

É importante lembrar que a vitrine é uma de suas estratégias de vendas e, por isso, não pode fugir do orçamento.

6. Garanta boa visibilidade aos produtos

Outro aspecto essencial para que sua vitrine se destaque é a qualidade da visibilidade dada aos produtos. Nessa parte, alguns cuidados devem ser tomados.

  • Espaço aos produtos: quando se quer dar mais destaque a um produto específico, uma estratégia é dar bastante espaço a ele. Isso, em alguns casos, pode significar deixar poucos pares de calçados em exposição;
Vitrine de calçados com apenas três pares.
Uma vitrine com poucas peças, inevitavelmente, chamará mais atenção para os calçados mostrados. A iluminação, nesse caso, é essencial para que os produtos se destaquem.
  • Confusão de preços: em casos nos quais há calçados muito próximos uns dos outros, o público passante pode pensar que os preços desses produtos são parecidos. Portanto, é importante pensar nesse fator na hora de posicioná-los na vitrine;
  • Visibilidade da loja: ao trabalhar o posicionamento de seus calçados, é importante planejar o display de uma forma que as pessoas consigam, além de visualizar os produtos, também enxergar o interior da sua loja. Dessa forma, o interesse despertado ao olhar a loja através da vitrine pode levar os clientes a uma visita.

7. Pense estrategicamente nos produtos

Organize a vitrine sempre de forma estratégica e alinhada às tendências de moda, às coleções que estão em voga e, principalmente, de acordo com seu objetivo no momento.

Caso sua loja de calçados esteja realizando um saldão, coloque no display indicativos de promoção que o consumidor verá de longe e posicione produtos com os melhores preços para que ele veja a vantagem econômica e entre no estabelecimento.

Por outro lado, se for expor uma nova coleção de calçados, o ideal é pesquisar quais produtos estarão em alta entre os clientes e colocá-los em posição de destaque.

Vitrine de loja da Vans.
Uma loja de calçados deve promover o equilíbrio entre a composição do display de produtos e a visibilidade que o cliente terá da calçada.

8. Exiba somente o que está no estoque

Uma das situações mais prejudiciais para a visibilidade da sua loja é quando o cliente entra em busca de um produto que está exibido em uma rede social ou na vitrine e não o encontra disponível.

Portanto, ao montar o display de produtos, observe a quantidade e a numeração deles disponível em estoque. Assim, quando o cliente se interessar por ele, você tem a certeza de que o terá disponível para ele.

Clique e baixe o ebook com 7 ideias de ações de vendas para lojistas.Esse ponto também ressalta a importância de permanecer atento ao que está disponível na vitrine da loja de calçados. Fique atento à rotatividade dos produtos e, se eles ficarem escassos, substitua o modelo à mostra por outro parecido.

9. Lembre-se do conceito de minimalismo

O minimalismo é um conceito que ilustra como, muitas vezes, menos é mais. Na vitrine de calçados, ele dá espaço para menos produtos se destacarem para o consumidor ao invés de criar um display com muitos calçados no qual, possivelmente, nenhum irá de fato saltar aos olhos do cliente.

Quando você dá mais visibilidade para poucos produtos na vitrine, está guiando a atenção da pessoa para o que realmente importa dentro do display. Logo, a chance dele se interessar aumenta exponencialmente.

10. Cuide da luz

A iluminação tem papel fundamental na aproximação e afastamento do cliente. Uma luz bem posicionada destaca os pontos fortes do calçado, dando brilho, ressaltando detalhes e muito mais.

Por isso, fique atento à iluminação da vitrine e, se for o caso, solicite a instalação de alguns pontos de luz estratégicos que fiquem, de preferência, à frente ou acima dos calçados.

11. Informe os preços

Segundo a Lei 10/662 de 2004 com decreto 5/903, é obrigatório que os pontos comerciais forneçam os preços dos produtos exibidos na vitrine. É preciso que os valores estejam não apenas disponíveis, mas bem visíveis. 

Por isso, o conceito de minimalismo na vitrine se reforça, já que enchê-la de produtos pode tornar difícil a visualização do valor e causar confusões para o cliente.

12. Ofereça descontos e promoções

Selecione uma parte da vitrine para exibir descontos e promoções que podem chamar a atenção do consumidor. Quando ele estiver dentro da loja, pode se interessar por ainda mais produtos.

Em certas épocas do ano, é comum que ocorram promoções de renovação e queima de estoque. Nesse período, use esse movimento a seu favor e exiba, já na vitrine, avisos de preços baixos.

Propaganda de sapatos femininos exibindo uma promoção.
Exibir um destaque de promoção ajuda a chamar a atenção do cliente de longe.

13. Mantenha a vitrine limpa

É de extrema importância que a vitrine esteja limpa e organizada sempre. Poeira, calçados tortos e uma falta de cuidado podem afastar o cliente da sua loja, já que demonstram certa falta de cuidado.

Estruturar uma planilha de responsáveis por limpar a vitrine é uma forma de garantir que ela esteja adequada para que o público a contemple e, possivelmente, escolha entrar na sua loja.

14. Explore outros sentidos

Além da visão, é possível explorar outros sentidos do consumidor que irão encantá-lo. Na vitrine, o mais indicado é desenvolver a audição

Para continuar a experiência, é possível ainda brincar com o olfato do consumidor ao adentrar o estabelecimento, com um cheiro característico para sua marca ou, pelo menos, agradável para quem sente.

15. Pense em um item que seja exclusivo da sua loja

Caso você queira explorar ainda mais sua vitrine e criar uma marca para sua loja, pode pensar em um item que se torne um toque especial. Lojas de departamento utilizam, por exemplo, cílios nos manequins.

Clique na imagem para baixar o e-book com o Kit de Planejamento Anual.

Para lojas de calçados, pode-se criar uma disposição de produtos e até uma forma de passar o cadarço característica. Assim, quando o consumidor bater o olho no display, vai perceber uma sutileza especial na organização.

Essas dicas sobre como montar a vitrine para sua loja de calçados são uma boa forma de começar a decoração do estabelecimento. Vale ressaltar que os pontos principais são conhecer o seu público-alvo e planejar com cuidado e antecedência as ações.

Para receber mais dicas como essa, assine a newsletter da Daniel Atacado. Assim, você garante informações e conteúdos sobre gestão de empresas em primeira mão, diretamente em seu e-mail.