Pessoas descobrindo como fotografar calçados com fundo infinito.
Vendendo online

Dicas de como fotografar calçados para vender pela internet

Com o avanço do marketing digital, muitos lojistas têm encontrado em canais como o Facebook e o Instagram novas possibilidades para vender seus produtos. E, neste meio virtual, saber como fotografar calçados é importante para ter bons resultados.

Na hora de conquistar a atenção do cliente, tirar boas fotos que demonstrem todos os detalhes dos produtos é fundamental. Afinal, são elas que irão surtir o desejo de compra no consumidor.

No entanto, não basta apenas abrir a câmera e sair clicando. É preciso preparo e, para te ajudar nesta tarefa, separamos algumas dicas de como fotografar sapatos e calçados que você vende na sua loja. Confira!

Banner para a loja virtual da Daniel Atacado.

Posicionamento

Para que o consumidor consiga ver o calçado com o máximo de detalhes, o posicionamento é a primeira atenção necessária. A forma como você acomoda o produto permite que o cliente visualize os pormenores que poderiam ser vistos apenas presencialmente.

O material, o solado, o cabedal, os cadarços e até itens que acompanhem o calçado – como adereços extras ou brinquedos dos produtos infantis – precisam ficar evidentes nas imagens.

Quando falamos de itens do segmento calçadista, temos três ângulos que são mais explorados. Conheça-os!

Foto com inclinação de 45 graus

As fotos de calçados tiradas com ângulo de 45 graus são muito utilizadas, pois demonstram os pormenores do produto com excelência. Além disso, elas se assemelham à imagem que o cliente vê quando observa seus pés em um espelho, na sua loja.

A dica é posicionar os pés do calçado um ao lado do outro, de forma bem próxima, para que o consumidor consiga visualizar os detalhes do par completo. Abaixo, você observa exemplos deste tipo de foto com os produtos da Daniel Atacado.

 

Calçados fotografados no ângulo de 45 graus, o melhor para fotografar calçados.
Calçados fotografados em 45 graus para destacar detalhes.

Observe, também, que na foto do calçado infantil que acompanha um chaveiro, ele está posicionado ao lado da sandália, para deixar o brinde evidente.

Foto lateral

As fotos de calçados tiradas de lado são feitas geralmente com apenas um dos pares e são ótimas para que o consumidor visualize como o produto ficaria nos pés. 

Caso você queira inovar e dar uma representação mais próxima da realidade para o usuário, pode até utilizar modelos reais vestindo o calçado. No decorrer do conteúdo, falaremos um pouco sobre como realizar fotos com cenários e composições utilizando pessoas.

Chinelo de couro fotografado de lado.
Foto lateral de chinelo da American Eagle, disponível no site da Daniel Atacado enquanto durarem os estoques.

Na foto lateral, detalhes como o solado, o cabedal e até os materiais de produção dos calçados ficam bastante evidentes para que o cliente consiga visualizá-los de forma clara.

Foto de cima

As fotografias retiradas de cima destacam como o produto fica ao ser visto por quem o utiliza. Além disso, também permite que o cliente observe como é dentro do calçado e os detalhes do cadarço e das demais partes.

No caso de chinelos, a ilustração fica bastante aparente e pode ser admirada com atenção.

Chinelos, sapatilhas e sandálias fotografados por cima.
As fotos tiradas por cima permitem que detalhes internos fiquem visíveis, além de ser um ângulo que ilustra como o consumidor visualizaria o calçado.

Foto da sola na vertical ou na horizontal

Por fim, a foto da sola permite que o cliente visualize com clareza o solado do calçado e seus detalhes. Em produtos com esta parte estilizada, este enquadramento é fundamental.

Foto do solado de um chinelo masculino.
Solado do chinelo American Eagle, disponível no site da Daniel Atacado enquanto durarem os estoques.

É importante frisar que não é necessário capturar imagens em todos esses ângulos. No entanto, lembre-se que quanto mais informações o cliente conseguir ver, maior a chance dele se convencer de que o produto é agradável e tem qualidade.

Iluminação

Além dos diferentes ângulos, o cuidado com as fontes de luz que irão te auxiliar no registro do calçado é importante. Fotografias escuras e mal iluminadas podem não deixar claros os detalhes dos produtos e diminuir o desejo de compra.

Quando as fotos são feitas em estúdios, tendem a usar diferentes iluminadores e adaptá-los para destacar os detalhes dos calçados de acordo com o modelo. Investir em um ring light – um círculo luminoso que vem sendo muito utilizado por blogueiros e influencers – é uma dica que pode valorizar as imagens.

No entanto, se o orçamento estiver curto, ainda é possível fazer boas fotos. A dica é apostar na luz natural, testando as capturas em diferentes ambientes da loja ou da casa para encontrar um que valorize os calçados.

Caso você fique em dúvida sobre qual o melhor local, não exite em pedir opiniões dos vendedores e de pessoas próximas. Ouvi-los é uma ótima forma de saber o que agrada o público.

Cenário e composição

Tão importante quanto as dicas acima, o cenário e a composição das suas fotos podem atrair ou afastar o cliente.

Clique e baixe o ebook com 7 ideias de ações de vendas para lojistas.

Para fotos de calçados, o cenário minimalista e sem muitos itens decorativos é o mais indicado. Dessa forma, você garante que o foco da imagem será o produto e não os elementos da ambientação.

Colocar o calçado sobre um balcão ou uma mesa plana e sem adereços nunca falha. Se quiser deixar ainda mais profissional, pode criar um fundo infinito. Esta técnica consiste em remover os cantos do ambiente para dar a ideia de que o produto está flutuando.

Nesses casos, separa-se um pedaço de pano ou até uma cartolina branca longa o bastante para ser disposta sobre a mesa e subir na vertical até cobrir todo enquadramento da câmera.

É uma técnica interessante e barata de ser feita, visto que o fundo infinito pode ser criado com um lençol encontrado na sua casa e fixado na parede. Outra dica é criar um utilizando uma caixa de papelão.

Para te auxiliar no processo de criar o seu, confira o vídeo do canal Acordei Assim:

No entanto, se você quiser fotos customizadas e que se comuniquem melhor com seu público-alvo, pode criar uma composição com modelos e cenários.

Criar estas fotos é uma boa ideia para deixar claro como calçado fica no pé e como pode ser utilizado com diferentes roupas, transmitindo emoções. Você pode utilizar modelos de sua preferência e um ponto da cidade com uma boa vista para capturar as imagens sozinho.

Nesses casos, prefira fotos com as pessoas sentadas ou tiradas debaixo para cima, para que o calçado fique em evidência.

Foto de composição utilizando modelo com saia amarela, bolsa azul e sandálias azuis nos pés.
Ao utilizar imagens com modelos, dê o foco no calçado, por mais que combinado a outros elementos estéticos.

É importante salientar que as imagens de composição não excluem a necessidade de tirar algumas fotografias dos produtos em close para que o cliente veja seus detalhes.

Dicas de aplicativos e programas para editar imagens

É completamente possível tirar suas fotos sozinho desde que você reúna referências, inspirações e capriche nas imagens de fundo infinito. Hoje em dia, as câmeras dos celulares tendem a ser potentes e capturam imagens excelentes.

Caso você queira editar as fotografias antes de postar, separamos alguns aplicativos de celular que são fáceis de utilizar e vão te ajudar a torná-las mais profissionais.

PicsArt

Um aplicativo de celular disponível para Android e iOS gratuitamente. Na seção “Ferramentas”, selecione “Ajustar” e encontre tudo o que precisa para a edição básica das fotos.

O PicsArt também possui um recurso para adicionar outras imagens na fotografia que está sendo editada, ótimo para inserir o seu logo.

VSCO

Muito utilizado por blogueiras, o VSCO também é um aplicativo gratuito tanto para Android quanto para iOS. Basta abrir o app, clicar no botão de “+” preto para exportar suas fotos para ele, abri-las e explorar a aba de ajustes.

 

Imagens do aplicativo VSCO mostrando suas funcionalidades.
Imagens da edição do VSCO, na qual é possível modificar as configurações das fotos. Foto: Divulgação | Google Play

No VSCO, você encontra todas as ferramentas básicas de edição e pode controlá-las de forma bastante fácil.

Canva

Você pode acessar o Canva pelo site ou baixar o aplicativo para Android e iOS com poucos cliques. Ele também permite editar imagens, inserir seu logo e até fazer algumas artes, para quem quer deixar o lado criativo falar mais alto.

Adobe Photoshop e Lightroom

O Adobe Photoshop o Lightroom são dois programas profissionais para edição de imagens. Você consegue editar completamente suas fotos, no entanto, pode ser necessário um curso para mexer na ferramenta, já que ela é bastante complicada.

O que editar nas imagens?

Para imagem de produtos, a dica é não colocar filtros, já que eles irão distorcer as cores e não entregar detalhes reais. Por outro lado, explorar os recursos de edição pode deixar as fotos ainda melhores.

Pessoa mexendo nas funcionalidades de edição da fotografia de calçados.
Na hora de editar as imagens, mexa apenas nas configurações e evite filtros.

A maioria dos aplicativos possuem nomes em comum para as abas de configurações da imagem. Aqui, você confere o que cada um deles significa e quais vale a pena explorar.

Dica: quando for fazer o trabalho de edição, coloque o brilho do celular no máximo. Assim, vai ter uma representação mais fiel de como ficará a fotografia em outros aparelhos.

Exposição

Esta aba se relaciona com a quantidade de luz na imagem. É possível deixar a foto mais escura ou mais clara. Trabalhe a luminosidade com atenção, para que o produto não fique escuro ou claro demais.

Contraste

Como o nome sugere, é a função que controla o contraste entre preto e branco da imagem. A dica é contrastar levemente, para que os detalhes sejam destacados. No entanto, não exagere na função, pois ela pode afetar as cores e tornar a foto distorcida.

Saturação ou temperatura

É a aba de edição que controla as cores da imagem. Para produtos coloridos, o melhor é saturar, também de forma sutil, a foto. Assim, as cores serão destacadas. Apenas cuidado para não exagerar e estragar a qualidade.

Ajustes de tamanho

O ideal é padronizar o tamanho das imagens que serão postadas para que não fiquem em formatos diferentes. O mais utilizado é o quadrado ou 1:1, que deixa o produto em evidência.

Inspirações de fotos no Pinterest da Daniel Atacado

Reunir referências de fotografias de produtos e, principalmente, de composições pode te ajudar na hora de soltar a criatividade e capturar suas imagens.

Separamos algumas inspirações no Pinterest da Daniel Atacado que vão gerar boas ideias. Clique no banner abaixo e confira!

clique-e-acesse-a-pasta-de-inspiracoes-de-decoracao-no-pinterest-da-daniel-atacado

Na hora de vender pela internet, as imagens que você tira dos seus produtos serão responsáveis por chamar a atenção do cliente, gerar o desejo de compra e, no fim, converter.

Agora que você já sabe como fotografar sapatos para vender, confira outros materiais gratuitos disponibilizados pela Daniel Atacado. Clique na imagem abaixo e acesse!

Banner para a página de materiais gratuitos do blog da Daniel Atacado.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *