Sapatos masculinos dispostos em prateleiras de uma fábrica.
Dicas ao Lojista

Saiba quais são os principais polos calçadistas do Brasil

O calçado à venda na sua loja provavelmente foi fabricado em um dos principais polos calçadistas brasileiros — nome que se dá às regiões que concentram empresas produtoras, desde que não haja uma dispersão geográfica entre as fábricas de calçados.

De acordo com o Relatório Setorial da Indústria de Calçados do Brasil, publicado em 2021 pela Abicalçados, em 2020 foram identificados 13 polos dispostos em seis Estados do país: Ceará, Paraíba, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Para conhecer cada um deles e a importância para o setor calçadista, continue a leitura deste texto! Antes, entenda o que é um polo calçadista.

O que é um polo calçadista?

Compreende-se por polo “pessoa, ponto, área, instalação ou coisa em torno de que gravita, ou onde ocorre, determinada atividade importante, ou se centra um interesse, um grupo de pessoas etc.; centro”.

Sendo assim, um polo calçadista representa as regiões onde há grande concentração de empresas criadoras deste tipo de produto, em municípios próximos.

Na prática, estados como a Bahia e o Pernambuco possuem uma produção significativa de calçados. Contudo, é notável uma dispersão geográfica dessa produção. Sendo assim, são locais que não são identificados como polos. Considera-se apenas a produção de cada estado como um todo.

Para eleger um polo calçadista, leva-se em consideração três fatores: a contribuição da região à produção nacional; a contribuição da produção do estado para a produção da região; e a dispersão da produção no interior do estado.

Principais polos calçadistas do Brasil

Considerando a definição acima de polo calçadista, abaixo você confere onde estão localizados, no Brasil, os principais deles!

Estados brasileiros onde estão concentrados os maiores polos calçadistas do país. Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Estado do Ceará

Ao lado do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais, o estado do Ceará figura como um dos três maiores produtores de calçados do Brasil, em quantidade de pares, com uma participação de mercado de 26,7%.

Nele, concentra-se quatro polos responsáveis, no total, por 91,7% da produção estadual no ano de 2020: Sobral, Juazeiro do Norte, Horizonte e Fortaleza.

Participação do estado na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Sobral

A cidade de Sobral foi responsável por quase 70% da produção estadual (aproximadamente 142 milhões de pares), sendo ainda o maior produtor nacional de pares de calçados.

Não por acaso, ela também foi o município que mais empregou na indústria calçadista durante o ano de 2020. Foram mais de 14,2 mil postos de trabalho preenchidos.

Juazeiro do Norte

Em seguida, o polo calçadista cearense que mais produziu calçados em 2020 foi o de Juazeiro do Norte, sendo responsável por 11,7% da produção do estado.

Por lá, a confecção de calçados começou nos anos 1970, mas ganhou ainda mais intensidade em meados de 1990.

Os municípios pertencentes ao polo calçadista de Juazeiro do Norte, além da própria cidade, são Crato, Barbalha, Jardim, Missão Velha, Nova Olinda, Porteiras e Santana do Cariri.

Banner para a loja virtual da Daniel Atacado.

Horizonte

Sendo a 5º cidade que mais empregou na indústria calçadista em 2020, Horizonte também é considerada um polo calçadista. No mesmo ano, ela foi responsável por 6,9% da produção de calçados no estado do Ceará

Fortaleza

Atrás de Sobral, Juazeiro do Norte e Horizonte, Fortaleza comandou 3,6% das das produções de calçados do estado.

A cidade foi sede da primeira indústria da Grendene, em 1990, que hoje também conta com fábricas em Sobral e Crato, sendo uma das maiores produtoras mundiais de calçados voltados para o público feminino, masculino e infantil.

Estado da Paraíba

Em 2020, 109,8 milhões de pares de calçados foram fabricados na Paraíba. O estado foi responsável por 14,4% da produção nacional, apresentando um aumento de 1% em relação a 2019, conforme o relatório setorial da Abicalçados.

O destaque, assim como no Ceará, se deu por conta do perfil de calçado produzido, especialmente os de material de plástico e borracha.

Participação do estado na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Campina Grande

Na Paraíba, está concentrado o segundo maior polo produtor nacional de pares de calçados: Campina Grande. Ele tem produção estimada em mais de 104 milhões de pares — representando 95,5% da produção do estadual e o 3º município que mais gerou empregos em 2020.

Além de Campina Grande, compõem o polo calçadista as indústrias situadas nas cidades de Alagoa Nova, Araruna, Ingá, Guarabira, Mogeiro e Serra Redonda.

João Pessoa

Outro destaque paraibano é o polo de João Pessoa, que conta com Bayeux, Santa Rita e a própria João Pessoa. 

Apesar de uma queda de 1,1% em relação a 2019, as unidades figuram como responsáveis pelos 4,5% restantes da produção calçadista do estado em 2020.

Estado de Minas Gerais

O terceiro estado que mais produz calçados, em quantidade de pares, é Minas Gerais, sendo responsável por 16% da produção nacional. Além disso, em valores (US$), a terra do pão de queijo é o 5º estado que mais exporta calçados.

Participação do estado na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Nova Serrana

Principal polo de calçados do estado, Nova Serrana tem cerca de 830 indústrias do segmento, o que acarretou em muita geração de empregos — a cidade figura como a 2ª que mais proporcionou oportunidades na indústria calçadista em 2020.

Contudo, o estado de Minas Gerais como um todo segue uma tendência de desconcentração da produção, com isso, o polo de Nova Serrana tem perdido participação, representando 43,8% da produção estadual em 2020, frente a 49,2% em 2019.

O município também busca ser referência. Anualmente, organiza a Feira de Calçados de Nova Serrana (Fenova), que reúne lojistas e empresários do ramo calçadista em 3 dias de evento.

Além de Nova Serrana, as cidades de Araújos, Bom Despacho, Conceição do Pará, Divinópolis, Igaratinga, Leandro Ferreira, Onça de Pitangui, Pará de Minas, Perdigão, Pitangui e São Gonçalo do Pará também fazem parte do polo.

Estado de São Paulo

São Paulo é o terceiro maior estado exportador de calçados em valor (US$), sendo o 5º em pares. No total, foram 40,0 milhões de pares produzidos em 2020. O estado apresentou uma queda de 0,8%, se comparado a 2019.

Participação do estado na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Birigui

Representando 50,6% da produção de calçados paulistas em 2020, o polo de Birigui, no noroeste paulista — cidade famosa pela produção de calçados infantis — apresentou um crescimento de 4,1% em relação a 2019.

Na cidade, são 350 empresas, que geraram 6,9 mil postos de trabalho no mesmo ano.

Além disso, a Capital Brasileira do Calçado Infantil exporta a produção para 40 países. Segundo o Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (Sinbi), 52% dos calçados do segmento fabricados no Brasil são confeccionados na cidade.

Fazem parte do polo de Birigui as indústrias situadas também em Araçatuba, Bilac, Braúna, Coroados, Gabriel Monteiro, Glicério, Lins, Lourdes, Macaubal, Mirandópolis, Penápolis, Piacatu, Rubiácea, Santo Antônio do Aracanguá e Santópolis do Aguapeí.

Franca

Outro polo paulista que merece destaque é o de Franca, apesar da queda de 3,4% na produção de calçados em relação a 2019 — anteriormente, ele representava 31,2% da produção do estado, agora detém 27,8% dela.

Contudo, fica a frente do polo de Birigui quando o assunto é empregabilidade. Foram 10,3 mil postos de trabalho apenas em 2020, tornando-se a 4ª cidade que mais gerou empregos na indústria calçadista brasileira.

Além das fábricas, a cidade tem produtores de insumos — solados, adesivos e máquinas — e instituições de ensino técnico e profissionalizante com cursos direcionados para o setor.

Jaú

O motor da economia de Jaú é a fabricação de calçados, especialmente os femininos. Essa história começou no século 19, com o surgimento de pequenas oficinas.

O município, localizado na região central do estado de São Paulo, tem um APL formado por cerca de 650 estabelecimentos, de acordo com o Sindicato da Indústria de Calçados de Jaú.

São fábricas, fornecedores de matéria-prima, instituições de ensino e entidades de apoio técnico e financeiro que fortalecem o setor que mais gera empregos na cidade. A capacidade de produção das 150 fábricas de Jaú é de cerca de 130 mil pares de calçados femininos por dia.

Em 2020, o polo foi responsável por 9,9% da produção estadual, apresentando uma queda de 1,1% em relação a 2019.

Parte da produção vai para o mercado externo. Entre 2016 e 2017, a receita com as exportações de calçados deu um salto de 76,2%, de US$ 534 mil para US$ 941 mil.

Em Jaú, um dos grandes destaques é a produção de calçados femininos.

Estado de Santa Catarina

Em milhões de US$, Santa Catarina foi o 7º estado que mais exportou calçados em 2020, representando 2,1% da participação nacional.

Participação do estado na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

São João Batista

O polo de São João Batista, que engloba as cidades de Canelinha, Major Gercino, Nova Trento e Tijucas, além da própria São João Batista, foi responsável por 76,5% da produção estadual.

Contudo, quando o assunto é empregabilidade, a nível nacional o município ficou em 17º lugar, com a criação de 3,6 mil postos de trabalho em 2020, de acordo com a Abicalçados.

Estado do Rio Grande do Sul

A segunda maior Unidade da Federação que produz calçados é o Rio Grande do Sul, com uma participação de 21,2%. O destaque fica por conta do polo do Vale do Rio dos Sinos.

Participação do estado na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Vale do Rio dos Sinos

O polo do Vale do Rio dos Sinos – Araricá, Campo Bom, Canoas, Dois Irmãos, Estância Velha, Esteio, Ivoti, Nova Hartz, Nova, Santa Rita, Novo Hamburgo, Portão, São Leopoldo, Sapiranga e Sapucaia do Sul – concentrou 47,2% da produção gaúcha de calçados em 2020, aproximadamente 77 milhões de pares.

A cidade de Novo Hamburgo tem uma relevância considerável nesses números, já que o crescimento dela foi calcado na indústria de calçados, sendo considerada, durante muito tempo, a Capital Nacional do Calçado.

Com foco no couro, o setor é um dos grandes responsáveis pela economia na região. Em 2020, foi responsável por 6,0 mil empregos na indústria calçadista brasileira.

Novo Hamburgo sedia também duas das principais feiras do Brasil: Feira Internacional do Calçado (FENAC) e Feira Internacional de Máquinas para Curtumes, Couros, Componentes para Calçados e Acessórios (FIMEC), eventos que buscam discutir tendência e novos passos do mercado.

Paranhana/Encosta da Serra

O polo do Paranhana/Encosta da Serra – Igrejinha, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Parobé, Picada Café, Presidente Lucena, Riozinho, Rolante, Santa Maria do Herval, Taquara e Três Coroas — deteve 21,7% da fabricação gaúcha em 2020 e trabalha com calçados femininos de alta qualidade, em sintonia com moda e design.

O mercado de calçados no Brasil

A indústria calçadista brasileira tem forte representatividade em 10 estados: Ceará, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, São Paulo, Bahia, Paraná, Santa Catarina e Sergipe.

Participação dos estados brasileiros na produção em pares de calçados, respectivamente, nos anos de 2018, 2019 e 2020 (em amarelo). Foto: Reprodução/Relatório Setorial 2021 Indústria de Calçados.

Juntos, todos eles foram responsáveis pela criação de mais 754 milhões de pares em 2020, assim como por empregar formalmente 247,4 mil trabalhadores, impulsionando a economia e gerando renda às famílias e desenvolvimento social.

Em 2019, foram contabilizadas 5,6 mil empresas fabricantes de calçados no Brasil, segundo o relatório da Abicalçados.

O Brasil produziu 763,7 milhões de pares de calçados em 2020.

É uma indústria, porém, que perde em competitividade para a concorrência, formada principalmente pela China, Índia e Vietnã — os três principais países produtores de calçados em 2019, considerando milhões de pares. O Brasil figura em 4º lugar no ranking mundial.

O setor nacional sofreu os impactos da pandemia da Covid-19, resultando em uma queda de 18,4% na produção brasileira de calçados em 2020. A crise ocasionou o fechamento do comércio, a queda do faturamento e a redução da demanda.

No relatório, de acordo com com o o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, “se tivermos uma recuperação até o nível pré-pandemia, será em 2022”.

Isso deve acontecer graças à valorização da moeda brasileira, considerando as estimativas do Relatório Focus do Banco Central para a taxa de câmbio, que pode chegar a R$/US$ 5,25 em 2022.

Exportação

Assim como é o maior produtor mundial de calçados, a China ocupa a posição de maior exportador de calçados, em termos de dólares e pares, correspondendo, respectivamente, a 33,1% e 64,9% dos valores e volumes de calçados exportados mundialmente em 2019.

Ao passo que o Vietnã manteve-se como o segundo maior exportador mundial de calçados, com um crescimento de 12,9% e 11,2%, respectivamente, em dólares e pares. Enquanto que a Indonésia figura como o terceiro maior exportador do produto — foram 430 milhões de pares em 2019.

kit-de-planilhas-para-loja-de-calcados

Quanto ao Brasil, ele está em 12º lugar, gerando uma receita de US$ 658,3 milhões em 2020.

As estatísticas mostram que 93,8 milhões de pares de calçados brasileiros foram exportados em 2020. 

Contudo, o número apresenta uma queda de 32,3% em relação a 2019, sendo que “um dos possíveis motivos dessa divergência é a forte desvalorização cambial do Real ocorrida neste ano, o que pode ter levado a políticas de desconto no preço médio do calçado pelas empresas brasileiras, devido à maior rentabilidade em reais da exportação”, conforme o relatório.

Para vencer a concorrência com os calçados chineses, que são imbatíveis no preço, o empresário brasileiro teve de investir em produtos de valor agregado, aliando qualidade e design. A sustentabilidade tem se tornado uma forte tendência também.

Por outro lado, a crise também ocasionou uma aceleração no processo de digitalização do mercado calçadista, que precisou se reinventar. Diversas ações digitais precisaram ser formuladas e devem seguir acontecendo nos próximos anos, em conjunto com os eventos físicos.

Na hora de vender calçados, conhecer bem o segmento é fundamental. Quer ficar por dentro das novidades sempre em primeira mão? Então cadastre-se na newsletter da Daniel Atacado e receba conteúdos diretamente no seu e-mail.

 

 

74 Comentário

  1. Boa noite. Estou entrando no ramo e calçados e gostaria de saber como faço para fazer uma pequena compra. Qual o mínimo. Posso comprar pessoa física?

    1. Olá Robson,

      entre em contato conosco pelo telefone (11) 2696-3165 ou WhatsApp (11) 96833-0666.
      Agradecemos pela visita!

      1. Boa tarde, Christiane!
        Na Daniel Atacado, trabalhos com as linhas da Grendene: Rider, Mormaii, Cartago e várias outras. Você já as conhece?
        Abraços.

  2. Esqueceu de falar da capital do calçado esportivo Nova serrana – MG onde conta com mais de 800 fábricas

    1. Olá Thiago, agradecemos a participação!
      Iremos adicionar no post.

      Inscreva-se em nossa newsletter para receber nossas dicas diretamente no e-mail!

  3. Gostaria de saber nomes de fábricas de calçados, pois estou querendo fabricar os meus próprios sapatos e gostaria de saber quais são as fábricas que fazem isso.

  4. É meu amigo,esqueceu de falar de Nova serrana a capital do calçados esportivos.Que tem gerado milhares de empregos desde as primeiras fabricas da cidade.

    1. Ola Hailton,

      Obrigado por lembrar sobre Nova Serrana! Iremos pesquisar alguns artigos e incluir no conteúdo do post.

  5. BOA TARDE SENHORES:
    ESTOU-ME INCURSIONANDO NO RAMO DE CALÇADOS.
    RESIDO EM MANAUS E PRETENDO EXPORTAR PARA LIMA (PERU) ONDE O MERCADO
    DE CALZADOS FEMININO SEMPRE ESTÁ EM ALTA. LA TENHO INTERESADOS EM IMPOR
    TAR CALÇADOS MADE IN BRAZIL QUE TEM GRANDE ACOLHIDA ETC ETC.
    ME ORIENTE.
    GRATO RAUL MIGUEL PAJARES PORTUGAL

    1. Olá Raul,

      Nesse caso te oriento a procurar fábricas ou atacadistas que você possa comprar no atacado e depois você fazer a exportação. Na Daniel Atacado você pode comprar no atacado com seu CNPJ, aí para fazer a exportação desses calçados, você teria que verificar como funciona todos os meios legais para não ter nenhum problema fiscal com suas mercadorias.

      1. Bom dia Daniel atacado, gostaria de mais informações de distribuidores de sandalias Havainas e alpagartas.
        Joseilson

  6. Godtaria de saber como compro direto das fábricas…tenho loja virtual faço vendas no atacado e mando pra todo Brasil.
    Nao gostaria de.comprar das lojas e sim direto das fabricas. como faço?

    1. Olá Luzimeire,

      Para você comprar direto das fábricas normalmente você terá que atender alguns requisitos dos fabricantes, como o mínimo de compra, valor de parte do pedido pago antecipadamente entre outras situações que eles podem exigir. Cada fábrica tem sua política de venda, nesse caso indico que entre em contato com os fabricantes das marcas que gostaria de comprar e verifique quais os critérios para você comprar diretamente com eles.

  7. Olá, tenho muito interesse em entrar no ramo de calçados femininos e gostaria de saber quais fábricas consigo comprar no atacado.

    1. Olá Priscilla,

      Existem diversas fábricas de calçados femininos para você comprar no atacado, mas para você comprar diretamente da fábrica você terá que atender algumas exigências que podem acabar dificultando um pouco suas compras. Recomendo a procurar atacadista como a Daniel Atacado e a Wilson Atacado, lá você vai encontrar os calçados femininos de diversas marcas que vêm direto da fábrica com uma facilidade maior de comprar e fazer a sua revenda. Aqui vou deixar os links das páginas de calçados femininos tanto da Daniel Atacado como também da Wilson Atacado. https://www.danielatacado.com.br/feminino.html https://www.wilsonatacado.com.br/calcados-feminino-atacado.html

  8. gostaria de entrar em contato com uma fabrica de pequeno porte mais artesanal que pode trabalhar com couro para fazer sapatos do meu proprio modelo para exportacao. preciso de ajuda encontrar alguem que fabricasse.

    1. Olá Nauana,

      Nesse caso indico você a fazer pesquisas na Internet e também frequentar feiras do segmento de couro e também de calçados. Tenho certeza que achará algo que vai atender seu projeto.

    2. ola , trabalho em uma fabrica que atenderia perfeitamente sua nessecidade calçados bristol em franca sp, fabricamos infatis, social , botas feminina em couro ou sintetico,social adulto, sandalias em couro etc.

      1. Olá Paulo… teria como me
        Passar o contato dessa fábrica… gostaria de abrir uma loja e gostaria de visitar a fábrica pra poder fazer as comprars !!!

  9. Gostaria de saber se os sapatos do atacado Daniel e do Wilson são originais ou replica? Estou querendo entrar nesse ramo de vendas de sapatos.

  10. Gostaria de contatos de fabricas de calçados variados que atende atacado e venda por zap

    1. Olá John,

      Têm muitos atacadistas que vendem modelos variados, mas normalmente as vendas são comercializadas em caixas fechadas de pares do mesmo modelo e cor. Na Daniel Atacado e na Wilson Atacado você consegue uma grande variedade de modelos para compras no atacado, lá você terá um atendimento bem legal pelo Whatsapp tirando todas as suas dúvidas e te auxiliando nas compras. Segue abaixo os contatos de Whatsapp das duas lojas para você entrar em contato:

      Daniel Atacado: (11) 96833-0666 ou (11) 97152-8746
      Wilson Atacado: (11) 98595-1795

      Esperamos ter te ajudado!

  11. To quase fechando negócio com a Blim Blim birigui queria referências tenho medo de ser golpe

    1. Olá Tamires!

      Seria interessante você fazer uma pesquisa da empresa no Reclame aqui, buscar informações e avaliações em redes sociais também ajudam bastante. Pesquise também se a empresa fica no mesmo endereço de seu cadastro junto à Receita Federal, isso são informações que irá te ajudar bastante.

      Esperamos ter ajudado!

  12. Gostaria de saber nomes de fábricas de calçados, pois estou querendo fabricar os meus próprios sapatos e gostaria de saber quais são as fábricas que fazem isso.

    1. Olá Ariana,

      Seria interessante você ir até feiras de calçados, esse é o lugar específico para encontrar fábricas que poderá produzir o seu tipo de calçado. Esse tipo de fabricação não é muito fácil de achar já que normalmente os fabricantes exigem uma quantidade mínima para o seu pedido.

      Abaixo estará o link de uma fábrica que poderá ajudar você com seu negócio:

      https://distefanni.com.br/homeds/

      Esperamos ter te ajudado!

  13. Olá, estou entrando no ramo agora, linha infantil masculina e tenho encontrado muita dificuldade em encontrar fábricas de calçados infantil masculino. O que tenho visto são tênis simples e de personagens. Procuro uma linha mais moderna estilo modinha e sapatênis mais sofisticados.
    Poderia me indicar onde encontro esses produtos em SP?
    Obrigada

    1. Olá Fabiana,

      Na Daniel Atacado você encontra muitos modelos infantis masculinos para todos os tipos de gosto. Temos a linha Cartago infantil que têm sandálias e chinelos que estão na moda no público infantil masculino e é também um produto de excelente qualidade. Abaixo estarei te mandando o link da página desses produtos:

      https://www.danielatacado.com.br/infantil/cartago.html

      Esperamos ter te ajudado!

  14. Daniel, vocês são apenas representantes de algumas marcas. Ou vocês mandam fabricar com a marca que eu desejo também? Eu queria mandar fabricar com uma marca própria consegue atender?

    1. Olá Andreia,

      Somos Distribuidores Exclusivos da Grendene, vendemos as seguintes marcas no atacado: Ipanema, Rider, Zaxy, Mormaii, Cartago, Grendha e Grendene Kids. Infelizmente não conseguimos atender o seu tipo de negócio pois compramos os produtos que eles fabricam, ou seja, de calçados criados por eles.

      Esperamos ter te ajudado!

        1. Oi, Edinaldo. Tente dar uma olhada no Google para “representantes de calçados em Brasília” que existem algumas opções na proximidade. Caso decida fazer suas compras online, não se esqueça de dar uma passada na nossa loja virtual. Abraços.

          1. Olá Lindionete!

            Não temos o contato de representantes. Mas o Site da Daniel atacado você têm todos os produtos Grendene à pronta entrega e entregamos para todo o Brasil!

            Att,

  15. Boa tarde!
    Daniel, por favor você sabe me informar, fornecedores de calçados para trilha?
    Grata
    Vanilda

    1. Olá Vanilda,

      Infelizmente não tenho um para te passar no momento, mas caso apareça algum entramos em contato contigo no seu e-mail.

  16. Olá Daniel, tudo bem?

    Você conhece alguma ou algumas fabricas que colocam a minha marca no sapatos?

    Quero scarpim e peep toe a principio, gosto muito da qualidade dos sapatos da PAULA BRAZIL.
    Estou pensando em algo daqueles tipos. poderia me indicar?

    pela atenção desde já obrigado!

    Atenciosamente,

    Paula Teixeira

    1. Bom dia Paula,

      Infelizmente no momento não temos conhecimento de fábrica para colocar sua marca 🙁

      Assim que tivermos conhecimento entraremos em contato contigo 🙂

      Obrigado e continue acompanhando nosso Blog.

  17. Daniel, não poderia me ajudar achar a Fábrica da Redley? No Rio de Janeiro os micros empresários estão comprando caixa fechada com 15 pares.

    1. Bom dia Luiz,

      Infelizmente não temos o contato da fábrica da Redley mas caso consiga passamos para você.

  18. Prezados

    Gostaria de receber endereço de fabricantes de sapatos pa exportação para vender fora do Brazil.
    Att.
    Eng.Latif
    mail:latif612000@gmail.com
    Whatsapp:00972598252088

  19. Bom dia, me chamo Guilherme e trabalho com venda de sola para calçados femininos, tenho empresa em Novo Hamburgo / RS e caso tenham interesse em ver minhas solas este é meu whats 51 9 99795244, empresa com 20 anos no ramo com diversos modelos e enviamos para todo Brasil.

    1. Olá Guilherme,

      Trabalhamos com vendas no atacado dos calçados Grendene, seu tipo de negócio no momento não se enquadra no nosso tipo de negócio.

      Caso precise entraremos em contato.

      Continue acompanhando nosso Blog 😉

  20. Olá!!
    Estou começando no mercado e gostaria de saber se alguém tem contato de fábricas, fornecedores de sapatos Retrô e que coloquem a minha logomarca. Agradeço desde já.

  21. Boa noite!
    Estou procurando fábrica que faça sapatos brancos para noivas..vários modelos. Pois quero customizar sapatos noiva

    1. Olá, Simone.
      Infelizmente, nós só trabalhamos com os calçados Grendene. Esperamos que você encontro uma marca parceira logo e, se precisar de outros modelos, estamos aqui, viu?!
      Abraços!

      1. Oi, Lorraine! Infelizmente, não trabalhamos com esse modelo. Porém, deixaremos seu comentário aqui caso alguém ofereça. Caso você queira calçados Grendene, não se esqueça de acessar nossa loja para comprar no atacado!
        Abraços.

    1. Boa noite, Dayana. Tudo bem?
      Provavelmente, você só conseguirá trabalhar customização de calçados junto às fábricas. Na Daniel Atacado, trabalhamos com todas as linhas da Grendene, e infelizmente não conseguimos inserir a sua marca. Porém, se precisar de qualquer calçado Zaxy, Ipanema e outros, dá uma passadinha na nossa loja virtual! Vai ser um prazer ser seu parceiro.
      Abraços!

  22. Qual é a melhor opção em qualidade e precio ,pra comprar 500 pares de replica de tênis primeira linha

    1. Oi, Jonny!
      Depende muito, nesse caso. A melhor dica é procurar com diferentes fornecedores e encontrar o modelo que mais te agrada. As compras no atacado, geralmente, são mais rentáveis para vários pares. No site da Daniel Atacado você encontra várias opções, dê uma olhada: https://www.danielatacado.com.br/

  23. Gostaria de contato p compra calçado infantil de menina de 02 12 anos popular tipo sandália

    1. Oi, Josinalda! Como vai? Você pode conferir os modelos de calçados femininos infantis para meninas clicando aqui.

      Em caso de dúvidas, você também pode entrar em contato conosco por alguns dos seguintes telefones:

      – Fixo (11) 2696-3165
      – Fixo (11) 2696-3166
      – Vivo (11) 97152-8746
      – Vivo (11) 93778-2590

      Obrigada e boas vendas!

Comentários desativados.